Mais conhecido como Parque da Cidade, o Parque Roberto Burle Marx é parte do antigo Complexo da Tecelagem Paraíba (fábrica de cobertores que foi destaque na fase industrial da cidade).

O Parque é a maior área verde localizada na região urbana da cidade, com quase 1 milhão de metros quadrados. É definido em lei como zona de preservação por agregar bens de interesse histórico, cultural, arquitetônico, paisagístico e ambiental.

Casa Olivo Gomes Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Tombado como patrimônio histórico pelo Comphac (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico, Paisagístico e Cultural) e transformado em Parque Municipal em 1996 pertenceu à família Gomes. Hoje tem uma área verde ideal para se fazer caminhadas, piqueniques, enfim sentir-se mais próximo da natureza encontrando alguns elementos de nossa fauna como capivaras, macacos, garças, esquilos, lagartos, além de várias espécies de aves como papagaios, corujas, tucanos, viuvinhas entre outras.

Nele há obras arquitetônicas assinadas pelo arquiteto Rino Levi (residência Olivo Gomes, a usina de leite e o Pavilhão Gaivotas – utilizado para grandes feiras e eventos) e o tratamento paisagístico de Roberto Burle Marx (incluindo os painéis existentes na residência), formando um dos mais importantes trabalhos da arquitetura moderna brasileira, dando ao Parque da Cidade reconhecimento internacional.

Pavilhão Gaivota Foto: Claudio Vieira/PMSJC

O Parque também traz um anfiteatro para apresentações culturais e artísticas, palmeiras imperiais trazidas da Europa e outras construções que fazem parte da história da cidade.

A Palmeira Imperial (Roystonea oleracea (Palmae), também chamada palmeira-real, é originária das Antilhas, na América Central. Pertence ao gênero botânico Roystonea da família Arecaceae.

As enormes palmeiras do Parque da Cidade foram plantadas para indicar o caminho da escola aos filhos dos funcionários da Tecelagem Parahyba e são protegidas pelo Decreto Municipal nº Decreto 9915/00.

Fim de tarde no Parque. Foto: Paulinha Soares

O parque conta ainda com:

  • Pista de caminhada
  • Academia ao ar livre adulto e infantil
  • Parquinho para crianças
  • Ponto para prática de slackline
  • Espaços dedicados a atrações culturais com o Teatro de Arena e o Museu do Folclore de São José dos Campos, administrado pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo.
  • Espaço 4 Patas (um dos maiores parques caninos do Brasil)
  • Pavilhão Gaivotas

Localizado entre a avenida Olivo Gomes, às margens do Rio Paraíba e a Estrada de Ferro Central do Brasil, o Parque Roberto Burle Marx fica em Santana.

A entrada é gratuita e está aberto de 2ª a domingo, das 6h00 às 18h00.
Tel: (12) 3921-9382